ERIGESSO A ARTE EM DECORAR

GESSO CLÁSSICOS

Forros de Drywall

DECORAÇÃO EM GESSO

» » De onde vem o meu socorro?

“Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro”. (Sl 121 ACF)
Introdução
A paz de Cristo. É mister dizer que todo ser humano em algum momento da sua trajetória já clamou por socorro. É uma verdade axiomática, ou seja, uma verdade evidente por si mesma. O socorro em sua definição primária é ajuda, auxílio, amparo. Quem pode dizer que jamais pediu socorro, ajuda, a quem quer que seja?
Quando estamos enfermos, buscamos socorro na pessoa do médico.
Quando estamos com problemas de natureza financeira, comumente recorremos ao banco.
Quando estamos com problemas escolares, recorremos ao professor.
Assim agimos naturalmente conforme as nossas necessidades.
Mas quando a questão é espiritual, algo que está além do entendimento das nossas faculdades mentais, o que fazemos? Buscamos a Deus?
Ateísmo – Os ateus não recorrem a Deus por não crerem em sua existência. O salmo 14 diz: “Diz o insensato em seu coração: não há Deus”.
Racionalismo – Para os racionalistas, não se deve aceitar como verdade nada que não possa ser demonstrado pela razão. Racionalistas como Immanuel Kant e Charles Darwin por não crerem na revelação sobrenatural, não pediriam socorro a Deus.
Ceticismo – Os céticos por entenderem que o melhor é estar sempre questionando as coisas sem tirar nenhuma conclusão, por duvidarem de tudo, não clamariam por ajuda a Deus, um ser metafísico, invisível.
Agnosticismo – Os agnósticos até admitem a existência de Deus, em oposição aos ateus, mas negam que o homem possa conhecê-lo. Se não se pode conhecer a Deus por que então pediria socorro a ele.
Espiritismo – Um espírita do vale do amanhecer, receberia um passe, teria uma consulta com um oráculo e tomaria depois uma garrafada para tratar de seus males, sem precisar pedir ajuda a Deus.
Candomblé – Um integrante do candomblé invocaria uma das falanges, um exu, faria um trabalho quem sabe numa encruzilhada a fim de resolver uma circunstância.
Bruxaria – Um bruxo faria um ritual macabro a fim de obter uma resposta para a sua questão.
Desenvolvimento
Mas o salmista faz uso da retórica e diz: “Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra”. (Sl 121. 1-2)
Apenas Deus ocupa o seu coração em meio à aflição e angústias da vida. Ele sabe em que tem crido e do seu grandioso amor e poder.
Quando o salmista diz “para os montes”, precisamos entender que Jerusalém está localizada em uma região montanhosa da Judéia. O próprio Monte Sião foi edificado sobre uma colina.
A declaração do salmista é intrépida, “o meu socorro vem do SENHOR”. É uma afirmação de quem sabe do que está falando, de alguém que tem a certeza de que, Deus socorre os aflitos.
O Salmo 18, verso 6 diz: “Na minha aflição clamei ao SENHOR; gritei por socorro ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; meu grito chegou à sua presença, aos seus ouvidos”.
Por que devemos buscar socorro, ajuda, auxílio em Deus?
Primeiro pelos seus atributos naturais.
Onipotência – Deus tem poder para realizar tudo aquilo que estiver de acordo com a sua soberana vontade. O salmo 19 diz: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos”.
Onisciência – Deus conhece todas as coisas passadas, presentes e futuras. O salmo 33, verso 14 diz: “Do lugar da sua habitação contempla todos os moradores da terra”.
Onipresença – Deus está presente em toda parte. “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face?” (Sl 139.7)
Depois pelos atributos morais.
Amor – Deus é amor. O SENHOR por nos amar sobremaneira, não deixará de nos prestar socorro sempre que clamarmos. (1 Jo 4.8b)
Misericórdia – Deus é misericordioso. “Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem”.
Fidelidade – Deus é fiel. Isso significa que o SENHOR é digno de confiança. “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu”. (Hb 10.23)
Conclusão
Pode ser que você esteja enfrentando uma situação onde dá vontade de sair pelas ruas aos gritos a fim de que o desespero seja amenizado. A sua alma está aflita, pedindo socorro e você está dizendo em seu coração: – De onde me virá ajuda? O que vou fazer? SOCORRO!”
Creia, na pessoa de Cristo Jesus, o seu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra.
Seja um Eliézer no dia de hoje. Eliézer significa: “Deus é o meu socorro”.
Creia, “o SENHOR te guardará de todo mal; guardará a tua alma. O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre”. (Sl 121.7-8)
Grite por socorro ao único Deus verdadeiro. Ele te ouvirá.
Em Cristo,

Postado Por : Redação ERIGESSO 
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Sobre o autor ERI VIEIRA

AVISO! Desde já quero informar que todos serão responsabilizados pelos seus comentários. Comentem, mas com pudor e serenidade, pois só serão aceitos comentários que somam para o assunto, caso contrário não serão publicados. Críticas são bem vindas, porém desde que tenham coerência. Comentários de links e propagandas de outras páginas não serão aceitos. Temos uma visão conservadora e não desviaremos o foco.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

Postar um comentário
Faça um blogueiro feliz, comente!!
Porém...
Todo comentário que possuir qualquer tipo de ofensa, ataque pessoal e palavrão, será excluído sem aviso prévio!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VÍDEOS

https://erihost.com.br/

ERIGESSO A ARTE EM DECORAR

GALERIA DE FOTOS

Mensagem de Hoje